quarta-feira, 28 de julho de 2010

Bocalom critica “alto custo” da cesta básica no Acre

Em campanha, Líder da Coligação Liberdade e Produzir para Empregar afirma que produtor rural precisa de mais incentivos do Estado

O candidato ao governo do Acre, Tião Bocalom, da Coligação Liberdade e Produzir para Empregar, se declarou surpreso com “o preço alto” da cesta básica no Estado. Ele citou como exemplo produtos como feijão e arroz, cujos preços (o quilo) chegam a custar R$ 8,00 e R$ 4,00 respectivamente em alguns municípios.
“O Acre tem terras e um povo disposto a produzir em quantidade e só precisa de apoio e assistência técnica do Estado,” disse Bocalom. Ele se declarou “satisfeito e orgulhoso de ser “a voz da esperança de tanta gente sofrida” acrescentando que ouviu, em campanha, reivindicações do povo e de lideranças relativas a problemas de segurança, saúde e educação.

Nesta terça-feira, a Coligação liderada por Bocalom fez um encontro político em Xapuri pela manhã. Amanhã, os candidatos viajam para Assis Brasil, onde visitarão o comércio e farão reunião com lideranças locais. Na quinta-feira será a vez de Epitaciolândia e na sexta-feira estarão em Brasiléia.

De volta à capital, Rio Branco, no sábado e no domingo, os candidatos visitarão a Feira Agropecuária e farão um “bandeiraço” nas principais ruas da cidade. Depois de breve descanso, a comitiva da oposição retomará as viagens aos municípios do baixo Acre e Sena Madureira, conforme informou a assessoria da coligação.

Nenhum comentário: