quarta-feira, 16 de junho de 2010

Magoado, Rodrigo continua no PMDB, mas não aceita ser vice de Bocalom


“Estou demonstrando que tenho brilho próprio e que ninguém vai pegar na minha munheca”. Com essas palavras, o vereador e ex-pré-candidato ao Governo do Estado pelo PMDB, Rodrigo Pinto, complementou sua fala na coletiva concedida à imprensa na manhã desta terça-feira, no Hotel João Paulo.

O encontro foi marcado para esclarecer a opinião de Pinto sobre a decisão da Executiva Regional do PMDB, através do deputado federal Flaviano Melo, em retirar a pré-candidatura dele da chapa majoritária.

Mesmo contrariado com a decisão de lideranças do partido, o vereador disse que vai permanecer no PMDB, já que se filiou acreditando na democracia existente na sigla. No entanto, avisou que não aceita ser vice na chapa do candidato ao Governo pelo PSDB, Tião Bocalom.

– Também não decidi se serei candidato a deputado estadual ou a deputado federal. Isso vai depender de conversas com a minha família e de amigos que me acompanham fora e dentro do PMDB – disse ele.

Antes de finalizar, Rodrigo Pinto lembrou que é necessário que algumas lideranças do PMDB revejam seus conceitos e posturas, e que ele da mesma forma humilde que aceitou o convite do deputado Flaviano Melo para ser candidato ao Governo, humildemente aceitará o “desconvite”.

– Não vou negar que estou magoado e descontente com essa decisão, mas mantenho minha cabeça erguida sabendo que aonde pisei nesse Estado, pisei com humildade e dignidade – finalizou.

Fonte: Contilnet

Nenhum comentário: